02 agosto, 2012

Mielite Transversa: Sintomas, Causas e Diagnóstico

Gente pesquisando um pouco sobre o que ocorreu com a nossa estrevistada, flor de lis, encontrei esse artigo que fala sobre o problema que a deixou sem o movimento dos membros inferiores...


A Mielite Transversa (MT) é uma síndrome neurológica causada por uma inflamação na medula espinhal. Ela é incomum, mas não rara. Segundo estimativas cautelosas, a incidência anual varia entre 1 e 5 pessoas por milhão na população   (Jeffery, et.al., 1993).  O termo “mielite” é uma designação geral para inflamação na medula espinhal; “transversa” refere-se ao envolvimento através de um nível da medula espinhal; Ela ocorre tanto em adultos como em crianças. Você também poderá ouvir o termo “mielopatia”, que é mais abrangente, aplicado a qualquer doença na medula espinhal.
Sintomas Clínicos
Os sintomas de MT se desenvolvem rapidamente no curso de algumas horas, a várias semanas. Cerca de 45% dos pacientes pioram em no máximo 24 horas (Ibid.). A medula espinhal conduz fibras de nervos motores aos membros e tronco, e fibras sensoriais do corpo de volta ao cérebro. Inflamações no interior da medula espinhal interrompem tais caminhos, desencadeando sintomas de MT comuns, como fraqueza nos membros, perturbação sensorial, disfunções no intestino ou na bexiga, dores nas costas e dor radicular (dor na distribuição de um único nervo espinhal).
Quase todos os pacientes acabam desenvolvendo fraqueza nas pernas, em diferentes graus de gravidade. Os braços são afetados em uma minoria dos casos, de acordo com o nível do envolvimento da medula espinhal. As sensações são reduzidas abaixo do nível do envolvimento da medula espinhal na maioria dos pacientes. Alguns têm a impressão de formigamento ou dormência nas pernas. Dor (definida como sensação de alfinetada pelos neurologistas) e percepção térmica são reduzidas na maioria dos pacientes. Sensação de vibração (como de um diapasão) e noção de posição da articulação podem também ser reduzidas ou inexistentes. O controle da bexiga e da esfíncter anal é afetado na maioria dos casos. Muitos pacientes com MT relatam uma sensação de laço apertado ou cinta ao redor do tronco, além de grande sensibilidade ao toque na região.
A recuperação pode ser nula, parcial ou completa, e geralmente se inicia dentro de 1 a 3 meses. Uma recuperação significativa é improvável, caso não se verifique uma melhora em 3 meses (Feldman, et. al., 1981). A maioria dos pacientes com MT apresentam uma melhora razoável. A MT é, em geral, uma doença monofásica (ocorre uma única vez); no entanto, uma pequena porcentagem de pacientes podem sofrer uma recaída, principalmente quando possuem uma doença que os predispõe.
Causas da Mielopatia Transversa e Mielite
A mielite transversa pode ocorrer isoladamente ou em conjunto com outras doenças. Quando diagnosticada sem causa aparente é chamada idiopática. Presume-se que a mielite transversa idiopática seja resultado de uma ativação anormal do sistema imunológico contra a medula espinhal. Uma lista de doenças associadas à MT abrange:
Doença Auto-Imune do Sistema
Lupus eritematoso sistêmico
Síndrome de Sjögren
                        Sarcoidose
                        Esclerose Múltipla  
                        Síndrome Paraneoplásica
Dentre outras
Por:Joanne Lynn, M.D. (Médica)

Extraído de http://www.myelitis.org/local/pt/Mielite_Transversa.htm

4 comentários:

  1. Nossa! não conhecia isso!
    é bom ficarmos atentas a isso tbm

    ResponderExcluir
  2. Minha filha tem 11 anos e teve este ano MT por Lúpus. Ficou 23 dias na UTI. Já tem 50 dias q saiu do hospital e está recuperando o movimento dos membros inferiores.

    ResponderExcluir
  3. Minha filha tem 11 anos e teve este ano MT por Lúpus. Ficou 23 dias na UTI. Já tem 50 dias q saiu do hospital e está recuperando o movimento dos membros inferiores.

    ResponderExcluir
  4. Eu tive MT em 2012, fiquei quase 30 dias sem andar, primeiramente fui diagnosticada com Lupus, dp Artrite Reumatóide,recuperei digamos que "95%", hj ainda tomo uma fórmula manipulada pelo neurologista, para as dores crônicas das costa.

    ResponderExcluir

Seja bem vinda e bem vindo !