30 setembro, 2010

DERRAME PLEURAL O QUE É ISSO?

=
Bom gente trouxe algumas informações a respeito do derrame pleural...que segundo eu tenho lido é uma coisa bem comum em quem tem lupus...
A pleura é a serosa que reveste os pulmões e a cavidade torácica. Os derrames
pleurais – acúmulo de líquido entre as pleuras visceral e parietal – constituem a manifestação
clínica mais freqüente de doença pleural primária ou secundária. Os derrames decorrentes do
envolvimento pleural secundário a doenças torácicas ou sistêmicas são muito mais freqüentes do
que os causados por doença primária da pleura, e a sua abordagem diagnóstica faz parte da rotina
de um pneumologista e de várias outras especialidades médica
 Principais causas de derrame pleural
1. EXSUDATOS
- Neoplasia primária ou metastática
- Tuberculose pleural
- Pneumonias bacterianas
- Embolia pulmonar
- Pancreatite
- Pleurite urêmica
- Síndrome de Meigs
- Colagenoses (artrite reumatóide e lupus eritematoso
sistêmico)
2. TRANSUDATOS
- Insuficiência cardíaca congestiva
- Embolia pulmonar
- Síndrome nefrótica
- Cirrose hepática
- Desnutrição
- Enteropatia perdedora de proteínas
3. QUILOTÓRAX
- Rotura traumática do ducto torácico
- Obstrução ao retôrno venoso central (trombose
de grandes vasos)
- Obstrução do ducto torácico (linfomas, aneurisma
de aorta, tuberculose, filariose, fibrose mediastinal)
- Doenças do sistema vascular linfático (linfomas,
linfangiomatose, linfangioleiomiomatose)
4. DERRAME PLEURAL HEMORRÁGICO
- Traumatismo torácico
- Neoplasias
- Embolia pulmonar com ou sem infarto pulmonar
- Pancreatite
- Insuficiência cardíaca
- Síndrome de Dressler
(http://www.fmrp.usp.br/revista/1998/vol31n2/derrames_pleurais_fisiopatologia_diagnostico.pdf)


O derrame pleural é caracterizado pela acumulação de liquido em excesso entre as pleuras e constitui uma manifestação comum de comprometimento pleural tanto primário quanto secundário.
O derrame pleural não é uma doença, mas sim a manifestação de outras doenças. Se não tratado adequadamente, esta patologia pode levar o paciente à dispneia (falta grave de ar) e até à morte.
As doenças primitivas da pleura são raras, sendo predominante a sua origem por processos patológicos extra-pleurais. A etiologia dos derrames é múltipla, sendo útil a divisão dos derrames em transudatos e exsudatos, porque no caso de se tratar de um transudato restringe-se drasticamente o numero de diagnósticos possíveis
Fisiologicamente existe equilíbrio entre a entrada e saída de líquido na cavidade pleural; de modo a manter constante a quantidade e concentração proteica do fluído pleural. Os movimentos respiratórios, pela alternância da inspiração e expiração, facilitam a reabsorção do líquido e das partículas, assim como a sua progressão nos linfáticos(http://www.derramepleural.com/)

Reativação do Lupus

Olá pessoal.depois de muitos dias sem postar nada tõ aqui pra compartilhar com vcs um momento não muito bom dessa minha vida com Lupus.Acabei de sair de um período de 20 dias de hospitalização decorrentes de uma reativação.Bom a história foi assim...Eu tava bem...tomando só hidroxicloroquina de 200 mg e sem corticoides a uns 3 meses.Em julho eu tive uma infecção urinária (quer dizer masi uma ) e me senti meio enjoada...sei la um desconforto estomaca...mas bem leve...No final de agosto fiz uma endoscopia que deu uma gastrite leve...e ai abri com um quadro de vômitos...muito frequente...tipo 3 vezes ao dia,fui num gastro que indicou uns remédios pra enjoou  que não fizeram o menos efeito...fui internada na minha cidade e passei uma semana tomando plasil que nao faziam os vômitos pararem, fiz uma ultrasson do aparelho urinário,que deu normal mas ainda sim,com esforços da minha heroina mas conhecida como mainha ,um nefro foi me ver e receito 20 msg de predinizona o que diminuiu significativamente mas não acabou.Em seguida tive um aumento abdominal .Como o hospital nao dis ounha de um reumatogista resolvemos mudar de hospital.Fui para Salvador onde tive um acompanhamento do meu reumato que ja me acompanha a 3 anos ,tive um diagnóstico de derrame pleural e ascite ,tive dispinéia e diarreia ,fiquie 12 dias hospitalizada .O reumato  amentou a predinisona pra 60 mg.Tive uma melhora significativa ...com redução do liquido no pulmao e no abdomem e tive alta em seguida.Foi bem complicado todos esses dias,fiquei bastante debilitada,perdi muito peso,mas tô feliz que tudo tenha chegado ao fim.Tô me recuperando todo dia um pouquinho.E agradecendo a Deus toda hr por tudo isso ter passado e eu estar de pé !