28 outubro, 2013

Para o sertão virar mar


Confiram:
fabianaNo último dia 18 a Universidade Federal do Vale do São Francisco em Petrolina Pe completou 9 anos de atuação na região. No dia seguinte eu, Fabiana Bezerra, negra, periférica, filha de um pintor e uma técnica de enfermagem, ex-aluna do Colégio Estadual Rui Barbosa, ex-aluna de um cursinho pré-vestibular ofertado pela Prefeitura Municipal de Juazeiro, na época, com diagnóstico de Lúpus a 13 anos conclui o curso de Psicologia nesta Universidade, contrariando todas as expectativas sociais.
Hoje sou psicóloga formada por uma Universidade na minha terra-natal e tenho um sonho: um sonho de que mais alunas e alunos negros, oriundos de escolas públicas do sertão e do resto do Brasil, possam bradar neste palco como eu! Que mais jovens negros saiam da Univasf com seu diploma na mão! Só assim o sertão vai virar mar! Esses são os meus votos para os próximos 9 anos da Univasf!
Que a Univasf se pinte de negro e de todas as cores entre os alunos e professores. Que se pinte de operário e camponês, que a Univasf se pinte de povo, porque a Universidade não é patrimônio de ninguém. Pertence ao povo!(Che Guevara)
Fabiana Bezerra/Psicóloga pela Universidade Federal do Vale do São Francisco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vinda e bem vindo !